Próximas Apresentações e Cursos

PRÓXIMAS APRESENTAÇÕES e CURSOS

BRASÍLIA, DF - CAIXA CULTURAL :
- 12 de setembro - workshop Arte-Integrada com Rosa Antuña
- 13 e 14 de setembro - "Garrafa Enforcada"
- 15 e 16 de setembro - "ZHU"

GOIÂNIA, GO - SESC CENTRO:
- 20 de setembro: "Garrafa Enforcada" - 20:00hs
- 22 de setembro: "Dança de Brinquedo" - 17:00hs

RECIFE, PE - Festival de Dança:
- 12 de outubro - "Dança de Brinquedo"

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

SESC CENTRO - Goiânia

foto: Marco Aurélio Prates



foto: Makely Ka





Circulação 20 anos Cia MN - Caixa Cultural Brasília










Clipping Caixa Cultural Brasília







Antenize com Kaká  Cardoso - TV Brasil


Workshop Arte-Integrada na Caixa Cultural Brasília


Seguem algumas fotos do workshop com Rosa Antuña em Brasília. Participaram artistas da dança, do teatro e da música. Foi um rico momento de troca e aprendizado!






domingo, 19 de agosto de 2018

Fotos de Território Nu

Confiram algumas fotos da apresentação do espetáculo "Território Nu" durante a temporada de comemoração dos 20 anos da Cia Mário Nascimento. Foi em Belo Horizonte, no Teatro Marília.
Elenco: Dalton Wallison, Eliatrice Gischewski, Jorge Ferreira, Fábio Costa, Ludmilla Ferrara e Rosa Antuña
fotos: Makely Ka










sábado, 21 de julho de 2018

Temporada em Belo Horizonte - 20 anos!

Em agosto estaremos em Belo Horizonte comemorando os 20 anos da Cia MN. Três espetáculos diferentes serão apresentados no Teatro Marília. "Garrafa Enforcada", "Terrotório Nu" e "Dança de Brinquedo".
 Venham!

"GARRAFA ENFORCADA" : Livremente inspirado no livro “História dos Nossos Gestos” (1976), escrito pelo historiador Câmara Cascudo, o espetáculo teve sua estreia em 2016, com o patrocínio do projeto “O Boticário na Dança”.
A partir dos gestos descritos por Cascudo em seu livro, o elenco, sob a direção de Mário Nascimento e Rosa Antuña, começou um estudo corporal para transformar cada gesto em movimento. Foi um mergulho na ancestralidade gestual do povo brasileiro, com ecos da África, da Penínsila Ibérica e, claro, das etnias ameríndias.
 Fábio Cardia assina a trilha sonora que dialoga com a longa tradição da música popular brasileira.


"TERRITÓRIO NU" : Com sua estreia em 2011, este é o segundo trabalho da trilogia de Mário Nascimento que começa com “Escapada” e se encerra com o espetáculo “Nômade”.
“Território Nu” é a busca por um lugar, é a necessidade de conquistar e defender o seu lugar no mundo. O espetáculo fala de luta, disputa, enfrentamento, confronto e conquista. Os companheiros em cena não representam amigos e sim, aliados.
O trabalho ainda nos leva a reflexões sobre as diversas formas de exílio, que pode ser tanto a situação dos refugiados sírios como também dos atingidos por barragens. Nos faz pensar sobre os imigrantes expulsos dos EUA e da Inglaterra recentemente, como de outras partes do mundo em outros tempos.
Direção de Mário Nascimento e trilha sonora de Fábio cardia.


“DANÇA DE BRINQUEDO” :Traz um pouco da multiplicidade de manifestações da cultura popular que alimentam o universo infantil em todo o país. A palavra brinquedo é usada pelos mestres da cultura popular para definir essas manifestações. Além disso, no espetáculo, a influência das danças urbanas também se faz presente delineando e definindo os corpos dos bailarinos.
Cada bailarino tem uma organização de movimentos específica que o define. Em cena esses brinquedos constroem relações, enfrentam desafios e vivem momentos poéticos, buscando uma interação com a plateia. Através da imagem dos brinquedos vivos que dançam, as crianças poderão se aproximar e se familiarizar com o universo da dança contemporânea de uma forma lúdica. “Dança de Brinquedo” estreia como comemoração aos 20 anos da Cia Mário Nascimento e Rosa Antuña assina a direção e coreografia do espetáculo.

sexta-feira, 6 de julho de 2018

workshop com Mário Nascimento

Muitos artistas nos perguntam qual o procedimento para trabalhar na Cia MN. Bem, como não fazemos audição, a melhor maneira para se aproximar é fazendo nossos workshops. Temos recebido inúmeros pedidos de bailarinos e bailarinas para fazerem nossas aulas, mas não é possível liberar isso para todos. Por isso a melhor forma para nos conhecermos é através dos cursos que oferecemos. Trabalhamos com uma linguagem e treinamento específicos.
Por isso, aproveite esta oportunidade!