Próximas Apresentações e Cursos

PRÓXIMAS APRESENTAÇÕES

- 20 de dezembro - espetáculo dirigido por Mário Nascimento para a SESC Cia de Dança, com participação do elenco da Cia MN - Sesc Palladium - Belo Horizonte, MG


- 2 de dezembro - "Parada 7" - Projeto Cena Plural - Venda Nova - Belo Horizonte, MG


- 1 de dezembro - 10H - "Parada 7" - Projeto Cena Plural - Bairo das Indústrias - Belo Horizonte, MG


- 30 de novembro - manhã - "Parada 7" - Projeto Cena Plural - Centro - Belo Horizonte, MG


E em 2019 :

- DANÇA DE BRINQUEDO estará na Campanha de Popularização do teatro e da Dança!

Dias 16, 17, 23 e 24 de fevereiro, no Teatro Marília!

domingo, 4 de março de 2018

Dança de Brinquedo - A Ideia


Há 22 anos atrás Mário Nascimento criou um grupo amador chamado Canvas (curiosidade: por este grupo passaram algumas bailarinas muito especiais, que se tornariam estrelas futuramente: Jacqueline Gimenes, que depois se tornou bailarina do Grupo Corpo durante treze anos e Marisa Bucoff e Kênia Genaro, ambas se tornaram grandes bailarinas do Balé da Cidade de São Paulo).
Bem, Mário criou um espetáculo infantil para este grupo, chamado “Terra de Bonecos”. A trilha era do seu já parceiro, Fábio Cardia.
Desde que eu soube disso quis que o Mário remontasse este trabalho para a Cia MN ou fizesse uma releitura.
Tivemos outros projetos aprovados, viagens, prioridades... até que em 2017, com um momento extremamente difícil para o País e para a cultura especificamente, dei um ultimato e disse que a hora de fazermos o infantil era aquela. Após muitas conversas eu e Mário decidimos que eu faria a direção e a coreografia da até então, releitura de “Terra de Bonecos”. Isso seria muito estimulante para mim, como coreógrafa e também para os bailarinos, pois a Cia MN nunca havia feito um trabalho infantil. Também seria a primeira vez que outra pessoa iria assinar a direção e a coreografia de um trabalho na Cia MN, o que não é comum em cias de dança criadas pelos próprios coreógrafos. Eu e Mário, em 2016,  já havíamos dividido a direção de “Garrafa Enforcada”, o que me preparou e nos deu confiança para que agora eu fizesse esse voo sozinha.
Comecei os laboratórios coreográficos em março de 2017 e logo percebi que o trabalho não seria uma releitura de “Terra de Bonecos”, e sim, algo totalmente inédito. Eu precisava de total liberdade para poder me arriscar com o elenco em algo novo para nós. Decidi não usar trilha do Fábio Cardia, pois o registro dele de parceria com o Mário já é muito forte e para encontrar outros caminhos optei por eu mesma fazer uma compilação musical.
Pronto. Decidido tudo isso começamos um lindo processo de montagem. Profundo, cuidadoso, delicado, onde senti total parceria e entrega de cada um dos bailarinos: Eliatrice Gischewski, Fábio Costa, Ludi Ferrara, Dalton Walisson, Jorge Ferreira, Débora Roots, Mari Chalfum e Rayanne Pires. E tivemos todo o apoio do Mário com seu entusiasmo e incentivo para a realização deste trabalho, que ganhou o nome de “Dança de Brinquedo”.

Rosa Antuña



Nenhum comentário:

Postar um comentário