ESTREIA 2017!

Belo Horizonte, MG:
23 de setembro, sábado - ESTREIA : ESPELHO DA LUA no Teatro Bradesco, às 20:00hs - ingressos 24,00 reais inteira e 12,00 meia, já à venda na bilheteria e no site do Teatro Bradesco.
Pedimos seu apoio na nossa divulgação confirmando sua presença no nosso evento do Facebook, compartilhando e convidando seus amigos!

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Imprensa - Ritmo/Escambo/Trovador/Escapada

DO RITMO AO CAOS


* Tourada com fantasmas“Quem conhece Mário Nascimento sabe que sua trajetória tem momentos bem complicados. Mas não são os detalhes disso que interessam aos espectadores, mas a maneira de como essa trajetória é convertida em arte. Mário Nascimento já vem toureando seus fantasmas pelos palcos brasileiros. Em “Do Ritmo ao Caos” o processo alcança um novo patamar de intensidade. Parece claro que o coreógrafo transformou algumas das situações que a atormentam em células de movimentos ou palavras que integram a coreografia. Mas a força não vem da intensidade dos movimentos que deram origem a essas células, mas a maestria de como se distribuem pelo trabalho.”

Marcelo Castilho Avellar – Estado de Minas 11/11/2005



ESCAMBO


* Escambo é ode ao talento de Mário Nascimento

“Coreógrafo mostra os novos rumos de sua carreira pontuada ainda por um belo trabalho como bailarino. (...) Ás duas excelentes bailarinas do elenco original (Rosa Antuña e Thaís França ), somou-se agora a ótima participação de Vanilton Lakka.(...) Vale salientar que o refinamento de Rosa Antuña ,que também fala ,canta e toca instrumentos ,habilidades se somam para projetá-la entre as melhores bailarinas do país.
Por desenvolver uma parceria com o músico Fábio Cardia há mais de 10 anos, a obra de Mário Nascimento se constrói em articulação permanente com a musica ao vivo -situação muito particular, que organiza um tipo de ambiente pouco freqüente na dança praticada no Brasil.”

Helena Katz – O Estado de São Paulo 27/11/2004


* Escambo que já era bom em sua estréia, está cada vez melhor“Impressiona a maturidade do elenco, a começar do próprio coreógrafo. O maior engajamento dos intérpretes e o jogo acabam evidenciando a variedade de trocas geográficas, conceituais, funcionais. Que da titulo a coreografia, e lhe permite cada vez mais assumir, ao mesmo tempo seus aspectos de pesquisa séria e de espetáculo de entretenimento.”

Marcelo Castilho Avellar – Estado de Minas


* Palco das relações humanas

“Novo espetáculo do coreógrafo e bailarino “escambo” consegue tratar de um tema intenso com leveza e humor. A idéia central do escambo, troca, não ocorre no espetáculo de maneira linear. Pode se manifestar tanto por trocas no espaço como no conceito. Impossível alguém no elenco do espetáculo interpretar apenas sua parte ou seu papel. Nesse sentido, a obra realiza para a dança o que uns raros espetáculos de ponta têm construído para o teatro. A parceria de Mário Nascimento com o músico Fábio Cardia já vem de longo tempo. Fábio, alem da técnica e da criatividade na produção dos sons, é como performer, perfeito para o tipo de trabalho.”

Marcelo Castilho Avellar – Estado de Minas 25/11/2003



TROVADOR


* Peça traduz marginalidade do artista
“Trovador confirma a adesão de Mário Nascimento ao risco da pesquisa. Com o trovador, mário nascimento inaugura uma outra fase de sua carreira. Que dela não se afaste para conseguir desenvolver com mesma pertinência com que tem cuidado de suas outras realizações. A nova equipe demonstra talento para tal. E ele, capacidade de elevar a bom termo este projeto. ”

Helena Katz – O Estado de São Paulo 30/05/2002


* Muito além das convenções

“Trovador não se enquadra muito bem nas definições convencionais de dança. Aproxima-se muito mais de um conceito que as vanguardas do teatro e da música vem empregando, a música cênica. A suposição, aqui, é de um complexo corpo-som-espaço, em que uma das dimensões não tem precedência, lógica ou cronológica, sobre as demais. Em trovador o que parece indicar é que seu frescor é na verdade, a maior parte do tempo, aparência e impressão. Mas elas se encontram tão bem ocultas por trás do jogo entre os interpretes que é a forca deles, instantânea, criativa, imediata, que domina nossos olhos e ouvidos.”

Marcelo Castilho Avellar – Estado de Minas 12/04/2002


* Trovador
“Em trovador só um dedo basta para anunciar um gigante. É um espetáculo instigante, competente, bastante acima da média.”

Miguel Anunciação – Hoje em dia 12/04/2002


* Uma arena para o trovador
“A nova coreografia de Mário Nascimento, um autor que hoje se preocupa mais com a elaboração apurada do que com a quantidade. Com seus versos o trovador fala do seu meio e de sua época. Inspirado nesse artista popular expressa as inquietações contemporâneas, explorando as diversas possibilidades de dança e música.”

Ana Francisca Ponzio – Revista Bravo




ESCAPADA - 1997


* A dança do brasil é mais que samba.
“Mário Nascimento bailarino e coreógrafo de São Paulo esta em temporada junto ao musico fabio cárdia no palco do b12. Este pequeno teatro destaca-se cada vez mais como referencia para quem quer assistir dança com a mais alta qualidade e Escapada é uma dessas jóias, para a europa, com certeza. Escapada fala de um típico fenômeno brasileiro, a escapada para as cidades grandes que inúmeras pessoas do interior do Brasil tentam. Nascimento foi uma dessas pessoas. Como jovem marginal chega aos 16 anos em são paulo e lá descobre a dança. Escapada nos brinda com 13 cenas trágicas e humorísticas. Mas não é só a dança que fala a musica do ótimo Fábio Cardia está muito presente. O musico acompanha cada cena com uma atmosfera própria. Raras vezes musica e dança conseguem uma harmonia tão precisa como com Fábio Cardia Mário Nascimento. Imperdível.”

Dagmar Fischer – Morgenpost – Hamburgo / Alemanha 21/05/2000

Nenhum comentário:

Postar um comentário